A Cidade Ozanam foi Obra Unida direta do Conselho Metropolitano de Belo Horizonte da Sociedade de São Vicente de Paulo até meados do ano de 1999, hoje vinculada e subordinada ao Conselho Central Nossa Senhora Aparecida do Conselho Metropolitano de Belo Horizonte da mesma Sociedade.

Histórico:

Desde o ano de 1900, que os confrades das Conferências Vicentinas que se reuniam na Igreja da Boa Viagem, hoje Catedral de Nossa Senhora da Boa Viagem, idealizaram a fundação de uma Vila Vicentina para abrigar os pobres. Obra essa que solucionasse um dos mais graves problemas sociais da vida da cidade, que é o amparo e assistência à pobreza abandonada, sem pão e sem teto. Somente em 29 de junho de 1937, às 2 horas da tarde, é que ocorreu o lançamento da pedra fundamental das construções da Cidade Ozanam. A este ato compareceram altas autoridades estaduais e municipais, representantes do Clero e da imprensa, além de grande número de pessoas da Sociedade Belo-Horizontina. As solenidades constaram da redação da ata, de um ofício religioso oficiado pelo então Arcebispo de Belo Horizonte, Dom Antônio dos Santos Cabral, do lançamento da pedra base, e de dois discursos, um do Presidente da Sociedade de São Vicente de Paulo e outro de Dom Antônio. O futuro Asilo dos pobres, compreenderia de uma praça e 13 (treze) ruas com 10 (dez) metros de largura; um pavilhão com 2 (dois) andares e um porão; o Santuário de São Vicente de Paulo com capacidade para 1.500 pessoas; o grupo escolar, o prédio da Ação Social; o armazém; um ambulatório médico e a farmácia; 34 pavilhões para solteiros, comportando cada um 20 pessoas e tendo oficinas e 106 casas para famílias, abrangendo 209 (duzentos e nove) lotes numa área de 98.032.000 metros quadrados de Vila Manacá.Foi em 1936 que surgiu a possibilidade de realização da Cidade Ozanam. O Prefeito de Belo Horizonte, Dr. Otacílio Negrão de Lima, tendo ido à Bahia, voltou de lá impressionado com uma visita que fizera ao Abrigo Redentor para mendigos. Chegando a Belo Horizonte, publicou em "O Diário", uns artigos censurando a inatividade dos vicentinos mineiros e elogiando o abrigo que visitara. Furtado de Menezes estava, então, no Rio de Janeiro, atuando na câmara dos Deputados. Avisado do que se passava, voltou a Belo Horizonte e, na condição de Presidente do Conselho Metropolitano da Sociedade de São Vicente de Paulo, respondeu com artigos, no mesmo periódico, ao desafio do Sr. Prefeito, propondo-lhe, em troca, a construção da Cidade Ozanam. Dr. Otacílio aceitou a proposta e a 17 de julho de 1936, em presença de ilustres testemunhas, assinou na Prefeitura de Belo Horizonte, a escritura de doação de um terreno ao Conselho Metropolitano, sito na Vila Renascença, para edificação da Cidade Ozanam. Imediatamente, contando com a benevolência do Prefeito que, além de ceder empregados da Prefeitura ainda fez a doação de duzentos contos de réis de seu próprio bolso, Furtado de Menezes pôs mão à obra e iniciou a construção.

Inauguração:

Deu-se no dia 03 de abril de 1938 pelo Cfr. Dr. Joaquim Furtado de Menezes, então Presidente do Conselho Metropolitano de Belo Horizonte, da Sociedade de São Vicente de Paulo. Ressaltamos, também, que os Vicentinos tiveram a grande colaboração do Dr. Otacílio Negrão de Lima, então Prefeito de Belo Horizonte que doou o terreno e de sua esposa Dona Geny Negrão de Lima, que liderou uma campanha em prol da construção, sempre orientados pelo saudoso Confrade Dr. Custódio Pinto Coelho, então Presidente do Conselho Central Diocesano de Belo Horizonte. Grandes, por certo, foram as solenidades que assinaram a inauguração do grandioso empreendimento. E em 24 de julho de 1938, foi realizada a inauguração solene, com missa campal celebrada pelo Sr. Arcebispo Dom Antonio dos Santos Cabral, na presença de mais de duas mil pessoas, transportadas para ali por ônibus e trens especiais. Após a missa, foi benta a pedra fundamental do Santuário de São Vicente de Paulo.

Localização:

A Cidade Ozanam, está localizada no Bairro Ipiranga, entre os Bairros Cidade Nova, Renascença e Nova Floresta, em Belo Horizonte.

O Titulo de "Cidade Ozanam":

O título de Cidade Ozanam, foi uma homenagem dos confrades fundadores da obra, ao fundador da Sociedade de São Vicente de Paulo, o italiano Antônio Frederico Ozanam.

Bibliografia:

Boletim Brasileiro da SSVP - Abril / Junho - 1972 - Números 4 a 6 - TOMO XCI - páginas 112 a 113;

Revista "Adoremos" - mês maio / 1978 - núta "Adoremos" - mês maio / 1978 - número 615 - páginas 14 a 17; Revista "Adoremos" - mês junho / 1978 - número 616 - Capa e página 17; "Furtado de Menezes - Servidor do pobre" - autor: Frei Alano Porto de Menezes, O.P. , Editora Vitoria, páginas 53 à 56.

Fotos

São Vicente de Paulo Frederico Ozanam SSVP